sábado, 9 de abril de 2011

O vôlei gaúcho. Na luta por dias melhores.

  1. A história do voleibol gaúcho retrata a sua grande contribuição para o momento do voleibol brasileiro. Atletas como Marco Antônio Volpi, Gerson Schu, Renan Dalzotto, Roese, Heloisa Roese, Carol, Paulão, Gustavo, Murilo e outros foram protagonistas deste tributo. Afora isso, clubes como a Sogipa, Ginástica de Novo Hamburgo, Grêmio Náutico União, Frangosul de Montenegro, ULBRA/Canoas, UCS de Caxias e outros tantos que agora não recordo serviram como arcabouço para o registro memorável deste momento. Se isso não é o suficiente é bom lembrar que o Estado do Rio Grande do Sul sempre teve e tem um celeiro de técnicos, preparadores físicos, fisiologistas, fisioterapeutas, estatísticos, nutricionistas, médicos do esporte de altíssima competência. Portanto, acredito que o voleibol gaúcho possui, por mérito próprio, condições suficientes para num curto espaço de tempo estar novamente no cenário nacional. Não obstante é preciso que os gestores do esporte e os demais segmentos da sociedade estejam imbuídos desta empreitada, mediante ações fortes que tragam a mídia impressa e eletrônica para o nosso lado. Na expectativa, não de sensibilizar os empresários, mas sim de fazê-los entender que uma parceria associando a sua assinatura com o voleibol gaúcho terá, nesta via de mão dupla, um retorno extremamente significativo, não somente no aspecto financeiro, mas, principalmente, na imagem positiva que a sociedade em geral fará quando o nome da empresa for citada em qualquer segmento midiático.
Esse texto foi escrito pelo Duda ( Luiz Delmar Lima), um estudioso técnico e professor do nosso vôlei, com quem tive a oportunidade de conviver na ULBRA e depois no Curso de Técnicos Nivel III.  Com a idéia de contribuir com a causa retirei o mesmo da comunidade que, através do facebook, está tentando melhorar (salvar) o vôlei do RS.

Estou na torcida. Abraços a todos que estão na comunidade e precisando podem contar comigo nessa empreitada.

Muito engraçado! Mas é também didático. Recuperação na quadra do adversário.

video
        Esse vídeo é muito legal para que todos possam entender como é possivel recuperar uma bola na quadra adversária.
        Não é considerado invasão (infração) se o jogador não pisar na quadra adversária, ou seja, qualquer jogador  pode correr atrás de uma bola fora do "laranja".
        Para que a recuperação seja legal, tanto quando a bola passa pela rede e vai para o lado da quadra adversária e quando ela volta para a quadra do time que está recuperando a bola, o trajeto deve ser por fora da área de jogo.
        A área de jogo nesse caso é delimitada pelas antenas que estão fixadas na rede. Cada antena mede 1,80 e a rede  1 m. Ou seja , a antena fica 80 cm acima fita superior da rede. Mas os juízes e principalmente os fiscais de linha fazem uma projeção infinita dessa antena para cima. Dessa forma eles avaliam se a bola passou por dentro ou por fora da antena.
        Indo e voltando por fora da antena o jogo segue normalmente.
        Os jogadores do time adversário não podem atrapalhar a recuperação da bola. Se alguém fizer isso se marcado um outro tipo de infração.
        O vídeo é também muito engraçado, pois o técnico deveria estar mais ligado. Mereceu o tombo!!! Nesse caso, o juiz deve ter entendido como normal o técnico não dar espaço para a recuperação.

sexta-feira, 8 de abril de 2011

Cobertura de Bloqueio.





         Para quem está acompanhando o jogo Sesi e Minas, onde o bloqueio foi muito bom no primeiro set, aproveito o momento para colocar aqui um video rápido sobre a cobertura de bloqueio.
        Aproveitem e acompanhem no jogo o sistema de cobertura de bloqueio dos dois times.

quarta-feira, 6 de abril de 2011

Desafio do blog, o que aconteceu no lance??

video
Algo curioso aconteceu nesse lance. O que vocês notaram de diferente?

A noticia mais curiosa das seleções de base.

       Achei uma notícia legal aqui, nesse momento meio confuso com o vôlei profissional.
       Dois gigantes, ou duas torres, ou muralha e montanha... como quiserem chamar. São os dois líberos da infanto.
       Apresento para todos Rogério "vulgo montanha" (esq) e Daniel  conhecido como "muralha" (meio). Os dois brigam cm x cm o título do menor em quadra. Rogério vem do Paraná e Daniel do Pará. Nenhum dos dois chega a 1,70m.

Na foto também o central gaúcho Renan.

terça-feira, 5 de abril de 2011

Primeiras impressões da seleção juvenil do Brasil

        Pessoal, o primeiro contato aqui em Saquarema foi muito positivo. Alguns novos jogadores estão por aqui e em um bom nível. Cada um buscando muito o seu espaço no time que vai disputar o Campeonato Mundial FIVB aqui no Brasil em agosto.
        Com relação aos jogadores que tiveram a oportunidade de jogar, mas principalmente treinar com clubes profissionais, apresentaram um amadurecimento técnico e físico muito legal.
        Um fato bem curioso, surpreendente é a dupla de líberos da seleção infanto. Muralha e montanha, eles impressionam. Vou conseguir uma foto deles e colocarei aqui pra vocês amanhã.

domingo, 3 de abril de 2011

Armações de recepção no sistema 5X1

Coloquei esse vídeo no domingo pq sei que deve estar todo mundo com tempo de sobra para ver ele. Aqui dá para ter uma idéia de como fica cada armação de recepção no sistema 5X1.